Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Quadro da semana - Nova rubrica

À semelhança da minha querida mulher que tem uma rubrica todas as sextas feiras no blog Cisco Pisco, também o Só entre nós vai passar a ter uma rubrica semanal às sextas sobre uma das minhas maiores paixões - arte. Chama-se "Quadro da semana" e começa já hoje a seguir ao almoço. Espero que gostem. 

Ground Burger - Melhor hambúrguer 2016

Melhor Hambúrguer.png

 

Depois da melhor pizza de 2016, chegou a vez do melhor hambúrguer de 2016.

 

E o vencedor é o incrível Ground Burger em Lisboa.

 

Chili burger.png

 Chili burger

Quando eu quero comer um hambúrguer, quero encontrar um bom pão (nem maçudo, nem muito adocicado, nem artificial), boas batatas fritas (nem salgadas nem insossas, estaladiças e quentes), carne e restantes ingredientes de qualidade e excelentes combinações.

 

Muitas vezes, o que acontece é que há ótimos restaurantes que preenchem quase todos os requisitos, mas há um ou outro que falha. No Ground Burger não.

 

Cheese burger.png

Cheese burger

Juntem a isto tudo, um espaço agradável, empregados muito simpáticos e disponíveis e um ambiente bastante kids friendly.

 

Há muitos que se queixam do preço, mas tendo em conta o que se come, não vale a pena entrarmos em discussões ou comparações.

 

Bacon cheese burger.png

Bacon cheese burger 

Só entre nós, os hambúrgueres do Ground Burger foram os que conquistaram os nossos corações em 2016.

Forno d'Oro - Melhor pizza 2016

Melhor pizza.png

 

Continuando com os prémios Só entre nós 2016, hojé dia de pizzas.

 

Não faltam excelentes opções para comer ótimas pizzas, mas para nós há um restaurante que consegue destacar-se da maioria. O Forno d'Oro. As pizzas, genuinamente napolitanas, têm uma massa incrível e deliciosa, graças a um super exclusivo forno a lenha (construído no local), forrado a ouro (penso que só existem dois em todo o mundo) e à utilização de um fermento biológico e natural - feito com uma levedura mãe com a qual a massa das pizzas deve ser confecionada, como acontece há 11 gerações nas mais importantes pizzarias de Itália, de onde Tanka Sapkota trouxe a levedura mãe que usa no Forno d'Oro.

18623891_dhsZ4.jpeg

Uma das pizzas, com tomate San Marzano DOP, fiori di latte, morcela de Monchique e requeijão de ovelha. 

 

Se a massa é perfeita, os ingredientes não ficam atrás (graças à sua qualidade e sabor) nem as combinações criadas.

 

Para nós, em termos de pizzas não há dúvidas. Há muitas boas, mas as do Forno d'Oro foram as que mais se destacaram em 2016.

 

Casa de Chá da Boa Nova, 1 estrela Michelin - Maior surpresa 2016

1.png

 

Análises.png

 

Começamos os prémios Só entre nós 2016 em grande, com a categoria "Maior surpresa 2016", cujo prémio vai para a incrível Casa de Chá da Boa Nova.

 

IMG_7662.jpg

 

Já conhecíamos o trabalho do Chef Rui Paula (crítica ao DOP aqui) e tínhamos a certeza que a Casa de Chá da Boa Nova deveria ser um ótimo restaurante. Mas nunca imaginámos que fosse assim tão bom. Daí merecer a vitória nesta categoria.

 

A nossa visita foi anterior à divulgação do Guia Michelin 2017 (umas semanas antes), mas ficou imediatamente claro que este era um restaurante merecedor de uma (ou mais) estrelas Michelin.

 

IMG_7628.jpg

 

A começar pelo incrível espaço. Situado em Leça da Palmeira e construído sobre os rochedos a dois metros do mar, este restaurante é um marco arquitetónico português, obra do "nobel" da arquitetura Siza Vieira e classificado como monumento nacional em 2011.

 

Mas para além de um marco arquitetónico, a Casa de Chá da Boa Nova é um marco gastronómico a não perder. Escolhemos o Menu Boa Nova (€85 por pessoa) que começou em cheio:

 

IMG_7635.jpg

 

Rosas (dispostas numa jarra no meio da sala, cortadas e servidas aos clientes) recheadas com guacamole de camarão. Receção agradável e muito fresca.

 

IMG_7636.jpg

 

Corneto de crème fraîche com ovas de salmão.

 

IMG_7637.jpg

 

Um fabuloso "bacalhau espiritual".

 

IMG_7639.jpg

 

Macarron de tinta de choco.

 

IMG_7641.jpg

 

Sempre tudo ao mais alto nível. Seguiram-se os pães: pão de couve portuguesa, pão de azeitonas e pão rústico. 

 

IMG_7640.jpg

 

E as manteigas.

 

Quando era expectável que começasse o menu, foram ainda servidos mais dois momentos verdadeiramente perfeitos.

 

IMG_7646.jpg

 

Tártaro de atum com lima e menta.

 

IMG_7647.jpg

 

Polvo na rocha e salada de polvo. Este último momento estava incrível e foi um dos pontos altos da refeição.

 

Começando então com o menu:

 

IMG_7648.jpg

 

Enguia (beterraba, tutano e pata negra).

 

IMG_7649.jpg

 

Lagostim (porco, ostra e maçã).

 

IMG_7651.jpg

 

Caldeirada (peixe da nossa costa, lula e petinga).

 

IMG_7650.jpg

 

Robalo no seu habitat (bivalves, algas e salsafi).

 

 Carregue nas setas laterais para ver mais fotos

Antes da passagem para o prato da carne, outro dos momentos da refeição - quando os vidros das janelas descem e o ar, sons e cheiros do mar entram pela sala do restaurante. É um momento incrível, e muito bem pensado. Em segundos o restaurante transforma-se e os dois espaços, interior e exterior, tornam-se num só, aproximando ainda mais o mar dos clientes. Perfeito.

 

Carregue nas setas laterais para ver mais fotos

E, claro, a oportunidade de sair e fotografar a vista.

 

IMG_7660.jpg

 

Entre costela de wagyu (cantarelo, amaranto e couve-flor)

 

Todos os pratos conseguiram alcançar o tão desejável (e difícil) equilíbrio de sabores, não apresentando qualquer ponto negativo.

 

Passando à parte mais doce da refeição:

 

IMG_7663.jpg

 

Romeu e Julieta

 

IMG_7664.jpg

 

IMG_7665.jpg

 

E duas sobremesas maravilhosas cujos nomes, infelizmente, não apontei.

 

IMG_7666.jpg

 

IMG_7667.jpg

 

Para terminar, as mignardises.

 

Serviço excelente, espaço espetacular e comida perfeita.

 

IMG_7627.jpg

 

Só entre nós, a Casa de Chá da Boa Nova foi mesmo a maior surpresa gastronómica de 2016.

Meio milhão de visualizações!!!

Imagem1.png

 

Parece mentira, mas acabámos de atingir meio milhão de visualizações... Quinhentas mil visualizações de páginas do Só entre nós... É um número incrível, pelo menos para nós. Com menos de três anos de existência atingimos um patamar que nos parecia impensável... E o Cisco Pisco também não está nada mal, com mais de cinquenta mil visualizações em pouco mais de um ano. 

 

Tudo isto é fruto de muito trabalho. Sim, ser blogger em mini part time dá trabalho. Mas também nada seria possível sem vocês. Sem as vossas visitas, comentários, partilhas e gostos nas redes sociais. 

 

Obrigado a todos os que visitam e ajudam os nossos blogs a crescer. E um obrigado especial ao Sapo, ao Sapo Blogs ao Pedro Neves e a toda a equipa. 

Os prémios Só entre nós 2016

Prémios 1.jpg

 

Não é só o Mesa Marcada que tem prémios. O Só entre nós também. E não, (ainda) não temos 147 pessoas a votar, mas temos um júri constituído por duas pessoas com enormes conhecimentos nesta matéria. Que, curiosamente, são os dois autores deste blog. Mera coincidência, obviamente.

 

Ao longo dos próximos dias serão divulgados os vencedores, mas deixo já aqui as categorias que foram a votos. Como é óbvio, estes prémios refletem unicamente a nossa opinião que resulta da ida (uma ou mais vezes) aos restaurantes vencedores.

 

Segue então a lista das categorias a votos nos prémios Só entre nós 2016:

 

Maior surpresa

Maior desilusão

Melhor experiência

Melhor menu executivo

Melhor restaurante diário

A garantia

Melhor restaurante estrangeiro

Melhor pizza

Melhor hambúrguer

Melhor prato salgado

Melhor prato doce

Melhor serviço

Melhor Chef

Melhor restaurante

 

Brevemente serão publicados os resultados. 

Prémios Mesa Marcada 2016

_DSC3388.jpg

 

Mais um ano, mais uma cerimónia de entrega de prémios do blog Mesa Marcada - para mim (e para muitos) o blog gastronómico mais importante em Portugal. Este ano o Só entre nós esteve presente na cerimónia a convite da dupla responsável pelo blog Miguel Pires e Duarte Calvão, e não podíamos, em primeiro lugar, deixar de agradecer pelo convite, e dar novamente os parabéns por todo o trabalho que tiveram e pela ótima cerimónia que conseguiram realizar. Não é qualquer blog que consegue reunir os votos de 147 pessoas, entre chefes de cozinha, responsáveis por restaurantes, jornalistas, bloggers, críticos e gastrónomos, e ter no mesmo espaço os melhores a nível nacional.

 

Parabéns também ao excelente trabalho que a Amuse Bouche tem vindo a fazer na divulgação da gastronomia nacional, e ao Chef Miguel Castro e Silva pela refeição que foi servida. 

 

thumbnail_IMG_0107.jpg

 

Passando aos prémios, destaque evidente para o Chef João Rodrigues, do restaurante Feitoria, com 1 estrela Michelin (sobre o qual escrevemos aqui), que conseguiu destronar o "Rei" José Avillez, vencendo na categoria de melhor Chef e melhor restaurante. Um feito justo e que não surpreende face à qualidade que João Rodrigues e a sua equipa demonstram no Feitoria.

 

O Prémio Especial Estrella Damm Destaque do Ano foi para o LOCO, do Chef Alexandre Silva, com 1 estrela Michelin (sobre o qual escrevemos aqui).

 

O Prémio Especial Graham’s Restaurante Novo do Ano calhou ao Bairro do Avillez, do Chef José Avillez, que já visitámos por duas vezes e ainda não nos conseguiu conquistar totalmente. 

 

O Chef Pedro Pena Bastos foi eleito como Chef Revelação do Ano, sem qualquer surpresa e com enorme mérito. O Chef do fantástico Esporão (sobre o qual escrevemos aqui) tem dado que falar e as suas qualidades e criatividade são inquestionáveis.

 

O Prémio Mesa Diária foi, também sem surpresas, para a Taberna da Rua das Flores, do "Mestre" André, que nunca desilude. É daquelas apostas que não falha.

 

Por fim, destaque positivo para o Chef Henrique Sá Pessoa, do restaurante Alma com 1 estrela Michelin (sobre o qual escrevemos aqui), que subiu 5 lugares e foi eleito como o terceiro melhor Chef de Portugal, e o Alma subiu 4 lugares e ficou em quarto lugar na lista dos melhores restaurantes nacionais.

 

Destaque negativo para a descida do Yeatman, 2 estrelas Michelin (sobre o qual escrevemos aqui), do Chef Ricardo Costa, que desceu um lugar tanto na lista dos Chefs como dos restaurantes, logo no ano em que o Yeatman conseguiu a tão merecida segunda estrela. 

 

Para o ano há mais. Podem consultar as listas completas aqui.

Obrigado pela vossa confiança

Depois de um mês sem um único post, decidi retomar o Só entre nós no início de novembro e, para minha surpresa, este foi o terceiro melhor mês do blog este ano em termos de visitas, com mais de 13 mil visualizações em novembro. Por isso, não podia deixar de vos agradecer pela vossa simpatia e visitas e fazer um agradecimento especial ao Sapo (obrigado Pedro) pela confiança sempre depositada.

 

Este blog não nos dá qualquer cêntimo ao fim do mês (nem nunca será esse o seu propósito, daí que recusemos quase todas as semanas propostas de parcerias e publicidades), apenas alguns (poucos) convites para restaurantes, desde que possamos dar sempre a nossa opinião sincera e imparcial, pelo que o único real ganho que temos, e queremos ter, são as vossas visitas, comentários, sugestões e partilhas. Daí que nunca seja demais agradecer. Obrigado por estarem por aí. 

Só entre nós - O regresso

Imagem1.png

 

"Só entre nós - O regresso" - parece o nome de um filme, mas é apenas a "promessa" do regresso deste blog.

 

Uma série de razões levaram-me a um "afastamento" do blog, já aqui discutidas noutro post, à qual se juntou, confesso, uma falta de interesse. Cheguei a um ponto em que vir aqui escrever um post seria apenas por obrigação, e a verdade é que não tenho qualquer obrigação com o Só entre nós. Não vivo do blog, não preciso dele e, consequentemente, não tenho de publicar posts todos os dias.

 

Mas a verdade é que gosto desta partilha virtual e não só tenho pena de acabar com o Só entre nós, como sinto falta deste cantinho virtual. Muitas vezes dou por mim a pensar - tenho de partilhar isto! Além disso, mesmo sem posts, as visitas diárias continuam elevadas (para os meus parâmetros), o que tem de significar alguma coisa.

 

Por isso, damos hoje início ao regresso do blog. Até já e obrigado por continuarem a visitar o blog.

Ausências no blog

Há algum tempo que o Só entre nós tem sofrido de um problema comum a muitos blogs. A ausência de posts frequentes. As razões são muitas, que serão aprofundadas brevemente, mas quem nos segue no Instagram já sabe uma parte. 

 

É que para além de um trabalho "novo", todo o excesso de trabalho que ele implica, as férias que passámos em junho e um filho que "consome" praticamente todo o tempo, estamos na fase final de uma mudança de casa. E mudar de casa e continuar a trabalhar todos os dias é, só entre nós, uma verdadeira loucura. Todo o tempo livre é passado a empacotar, guardar, deitar fora, desempacotar, voltar a arrumar tudo, procurar móveis novos, passar horas de almoço e fins de semana em lojas...

 

Enfim, é natural que reste pouco tempo para o blog. No entanto, brevemente conto devolver ao blog a sua normalidade. São muitas as críticas em falta a restaurantes, posts sobre Nova Iorque, fotografias do dia a dia... mas tudo voltará ao normal. Esta semana já sairá a crítica a um restaurante que, novamente, voltou a surpreender na passada sexta feira com uma refeição perfeita.

 

Obrigado pela paciência e boas férias para quem estiver de férias.