Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

soentrenos

11 de setembro - Antes do atentado

01.jpeg

 

"We shall never forget, we shall keep this day, we shall keep the events and the tears in our minds, our memory and our hearts and take them with us as we carry on!"

 

Em agosto de 2001, exatamente um mês antes dos terríveis atentados às Twin Towers, estava em Nova Iorque com os meus pais e subimos a uma das torres. Foi o momento mais feliz da minha estadia na cidade que nunca dorme. Na altura desconhecia que pudesse haver tanto mal no mundo e nunca poderia imaginar que, um mês depois, nada daquilo existiria, que milhares de pessoas iriam morrer ali e o mundo iria mudar tanto.

 

Estas foram algumas das fotos que tirei em agosto de 2001.

 

02.jpeg

 

03.jpeg

 

04.jpeg

 

05.jpeg

 

06.jpeg

 

07.jpeg

 

Em 2010, quando regressei a Nova Iorque, vi apenas o vazio e uma torre que já começava a marcar o horizonte.

 

2016, foi o ano de poder prestar a devida homenagem. Mas deixo isso para amanhã.

 

Termino como comecei. 

 

"Nunca nos deveremos esquecer, devemos manter este dia, devemos manter os acontecimentos e as lágrimas nas nossas mentes, nossa memória e nossos corações e levá-las conosco enquanto continuamos!"

 

(Publicado às 09:11)

Vila Joya (2 estrelas Michelin) - Valeu a pena regressar ao Paraíso?

IMG_4328.JPG

 

Depois de termos visitado o Vila Joya em 2014 (na altura considerado como o 22º melhor restaurante do mundo pela “The World’s 50 Best Restaurants”) - post aqui - e de termos gostado tanto da experiência, estava na hora de regressar ao paraíso. Ou melhor - a casa.

 

 

A loucura de uma reserva no The Fat Duck (e a opinião do Chef sobre os €400 por pessoa)

Fat Duck.png

 

O destino gastronómico internacional 3 estrelas Michelin deste ano já estava escolhido. Depois de em 2014 termos ido ao Azurmendi, em Larrabetzu, Espanha, em 2015 à Osteria Francescana, em Modena, Itália, e El Celler de Can Roca, em Girona, Espanha, e em 2016 ao DiverXO, em Madrid, Espanha, tínhamos decidido ir ao Fäviken, em Järpen, Suécia. Local totalmente inóspito, comida muito diferente daquilo a que estamos habituados, uma viagem previsivelmente espetacular pelo meio da neve...

 

 

Casa Modesta, Quatrim do Sul, Algarve

IMG_1506.JPG


 



 

Casa Modesta, Quatrim do Sul, Algarve

IMG_1506.JPG


 



 

Pequenos-almoços nos hotéis

IMG_REG543_5105.jpg

 

Frequentemente somos confrontados com preços astronómicos praticados pelos hotéis para os pequenos-almoços, e é algo que eu continuo a não perceber.

 

Ainda hoje, ao ver um pequeno hotel rural no Algarve, verifiquei que pediam €15,00 por pessoa por dia para tomar pequeno-almoço. Ora desde quando é que uma pessoa consome o correspondente a €15,00 por dia ao pequeno-almoço?

 

Claro que se um cliente acordar tarde e for para o pequeno-almoço com o intuito de aí comer logo o suficiente para saltar o almoço, então talvez até faça um bom negócio.

 

Mas o normal é ir tomar o pequeno-almoço para, imaginem só, tomar o pequeno-almoço. E como o nome indica, o pequeno-almoço é... pequeno.

 

Eu sei que muitos portugueses, e não só, quando estão num hotel sentem-se livres para comer este mundo e o outro (e contra mim escrevo…). Só se come um pãozinho com manteiga e um copo de leite todos os dias, mas chega-se ao hotel e vai um pão com Nutella, outro com doce, um croissant com creme, outro com chocolate, salsichas, ovos (mexidos, estrelados e omelete com 25 ingredientes), batatas com tomate e pimentos, uma salada também marcha, e no fim fruta (que tem de se ter atenção à linha) e um pastel de nata.

 

Mesmo assim, €15,00 por dia e por pessoa? Num hotel rural onde pouco mais há do que o básico?

 

E €15,00 não é o pior. Já chegámos a apanhar pequenos-almoços a €30,00.

 

Percebo que todos queiram ganhar lucro em tudo o que possam, mas sabem que mais? Com preços destes já esqueci aquele hotel. O pequeno-almoço deve ser ótimo, mas não justifica estes preços.

Dicas sobre o Japão e Coreia do Sul

tokyo-2.jpg

 

Daqui a uns meses vamos ao Japão (Tóquio e Quioto) e à Coreia do Sul (Seul).

 

mt_fuji.jpg

 

Alguma dica ou conselho? Sobre restaurantes, monumentos, atrações, o que fazer e ver, o que não se pode perder, o que não vale a pena ver?

Seul.jpg

 

Todas as informações são preciosas, por isso, muito obrigado!

DiverXO - A refeição mais incrível da minha vida!

IMG_9444.JPG

 

No céu estrelado do Guia Michelin, existe um restaurante que rompe com todas as formalidades e barreiras, levando os seus clientes para um mundo onírico criado por um génio chamado Dabiz Muñoz.O DiverXO é, no entender de muitos, o restaurante mais extremo do mundo. Mais irracional e mais perfeito. Mais louco. Mais irreverente. Depois de ter lá estado, posso afirmar que o DiverXO é isso tudo e muito mais.

 

Não estamos perante um restaurante normal (e não o afirmo por causa das três estrelas que ostenta). O DiverXO é um verdadeiro espetáculo, parecido com uma peça de teatro, onde a máquina criada por Dabiz Muñoz dá sinais de estar muitíssimo bem treinada e onde tudo tem de estar perfeito. Absolutamente perfeito, ou não fosse Dabiz Muñoz um incansável perfecionista. Para ele não basta um excelente. Tem de estar perfeito. E essa exigência, que faz com que muitos cozinheiros e outros membros da sua equipa abandonem a cozinha no fim do primeiro dia de trabalho, passa para toda a sua equipa e resulta em pratos, ou telas (como gosta de chamar) perfeitos. 

 

davidmunoz.jpg

 

 

 

Marraquexe, 4

IMG_9090.JPG

 

IMG_9098.JPG

 

IMG_9102.JPG

 

IMG_9110.JPG

 

IMG_9115.JPG

 

Marraquexe, 3

IMG_9082.JPG

 

IMG_9083.JPG

 

IMG_9084.JPG

 

IMG_9088.JPG

 

IMG_9089.JPG