Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Só entre nós

Só entre nós é um blog para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, aquilo de que gostamos ou não, sobre bons e maus momentos, restaurantes fantásticos, viagens fabulosas ou nem tanto... No fundo, sobre tudo.

Só entre nós

Só entre nós é um blog para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, aquilo de que gostamos ou não, sobre bons e maus momentos, restaurantes fantásticos, viagens fabulosas ou nem tanto... No fundo, sobre tudo.

Gorden Kaye e as saudades de Allo Allo

gordon_kay_rene_artois_foto_bbc12798ed6_base.jpg

 

Houve séries que marcaram a minha vida e Allo Allo foi uma delas. Lembro-me de ser pequeno, de ver os episódios de Allo Allo e cantarolar o genérico vezes sem conta, ao mesmo tempo que me ria com as histórias hilariantes que se passavam no pequeno café de René e Edith Artois. Podia não perceber parte das piadas, mas era algo que eu adorava. As expressões, os sotaques, as situações caricatas...

 

Mais tarde revi episódios, vi episódios que nunca tinha visto, cantarolei o genérico vezes sem conta,  ri-me com tanto humor inteligente e criativo, emocionei-me no último episódio, lamentei a despedida de atores e personagens e, ainda hoje em dia, dou por mim a rever alguns momentos no Youtube, rindo como ria há tantos anos atrás.

 

Ontem faleceu mais um ator de Allo Allo. O fantástico Gorden Kaye. Mas René Artois não morreu. Continuará para sempre na minha vida, sempre disponível no telemóvel, tablet ou televisão. Ele, a Edith, Yvette, Gruber, von Strohm, Herr Flick, entre tantos outros.

 

Para recordar para sempre, aqui ficam alguns dos meus momentos preferidos de Allo Allo.

 

 

 

 

 

Plaza Suite - Teatro ao mais alto nível

plaza_suite.png

 

Só entre nós, e começando já pelo fim, "Plaza Suite" é de chorar a rir. A sério... No fim da peça até já me doíam os músculos da cara de tanto rir. Alexandra Lencastre e Diogo Infante estão brilhantes, numa peça com aproximadamente duas horas onde demonstram com grandiosidade o seu enorme talento.

 

Aliás, dizer que estão brilhantes é pouco, e esta não é uma opinião apenas partilhada por mim, atenta a sala cheia, os risos constantes ao longo da peça e a ovação final.

 

Em "Plaza Suite" são contadas duas histórias distintas, mas que têm lugar no mesmo espaço e são interpretadas pelos mesmos atores. Na primeira parte, é contada a história de um casal de meia idade que celebra 23 anos de casados na suite do hotel onde passaram a lua-de-mel, tentando salvar uma relação desgastada com o tempo. Na segunda parte, ainda mais hilariante, um casal tenta convencer a filha, trancada na casa de banho, a casar.

 

Alexandra Lencastre brilha na primeira parte, com a sua personagem a tentar salvar o casamento e os ciúmes pela Sandra, e Diogo Infante recebe todo o protagonismo na segunda parte ao interpretar o desesperado pai da noiva, levando qualquer um às gargalhadas com o seu andar e registo de calma/fúria.

 

A peça, que aconselho seriamente, está em cena no teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, de quinta a sábado, às 21h30, e domingo, às 17h30. Há bilhetes a partir dos 12€ e para além de Alexandra Lencastre e Diogo Infante, o elenco é ainda composto por  Helena Costa e Ricardo de Sá.

Sugestões de séries para este Verão (para todos os gostos)

17351789_ZlvtT.jpeg

 

Chega o Verão e, por norma, face ao fim das temporadas das nossas séries preferidas, passa a haver tempo para recordar uma série que nos deixou boas recordações ou para pôr em dia aquela série de que toda a gente fala mas que nunca vimos.

 

Hoje sugiro quatro séries, todas de géneros diferentes, e um reality show. Estas não são necessariamente as minhas séries preferidas, e existem muitas mais que merecem sugestão (já aqui escrevi sobre algumas - 1ª parte e 2ª parte), mas são 4 séries que têm preenchido as minhas horas livres neste Verão, daí a recomendação:

 

o-MODERN-FAMILY-BRYAN-FISCHER-facebook.jpg

 

Comédia - Modern Family

 

É a série que já ganhou tudo o que tinha a ganhar, e basta assistir a alguns episódios para perceber o porquê de tanto sucesso. Muito divertida, e com personagens extraordinariamente bem construídas e desenvolvidas pelos respetivos atores, é uma ótima sugestão para ocupar vinte e poucos minutos do nosso dia, deixando-nos com um sorriso na cara. A 23 de setembro deste ano começa a 7ª temporada.

 

cast-of-Parenthood-on-TV-NBC-700x325.jpg

 

Drama familiar - Parenthood

 

A sua sexta, e última, temporada terminou em Janeiro de 2015 e só há poucas semanas é que decidimos dar-lhe uma oportunidade. E ainda bem que o fizemos. Trazendo boas recordações de Brothers and Sisters, Parenthood retrata a história da família Braverman e seus dramas e peripécias, alternando nas emoções que desperta nos espectadores, pois tanto nos faz chorar como rir. Totalmente recomendável.

 

oohmurb8c5xwemoahmyp.png

 

Thriller de ficção científica - Ficheiros secretos

 

Todos conhecem os Ficheiros secretos, mas nem todos viram todos os episódios transmitidos. Com o regresso da série em 2016, como escrevi aqui, está é uma excelente oportunidade para pôr em dia o que está em falta. E como sabe bem ter Mulder e Scully de volta nos nossos ecrãs.

 

houseofcards1.jpg

 

Drama político - House of Cards

 

Já aqui escrevi sobre House of Cards e, depois da magnífica terceira temporada que foi disponibilizada este ano, reforço ainda mais todos os elogios feitos. Kevin Spacey é brilhante, Robin Wright não fica nada atrás e a história acompanha na perfeição este elenco de luxo.

 

Survivor,_San_Juan_del_Sur_Cast.jpeg

 

Reality Show - Survivor

 

É o meu guilty pleasure. Adoro Survivor. Desde as confusões nos acampamentos, às estratégias (muitas mirabolantes, outras incrivelmente bem planeadas), aos jogos de poder, provas, conselhos tribais, votações... Se não viram, dêem uma oportunidade. Já foram emitidas 30 temporadas, e presumo que seja para continuar por muitos mais anos.

 

E vocês? Alguma sugestão (sem spoilers, por favor!!!)?

The Last Man on Earth, Fox (com possíveis spoilers)

1MV5BMjE4MzgxOTg4Nl5BMl5BanBnXkFtZTgwOTE0NzU2NDE@.

 

"The Last Man on Earth", da Fox, ou, em português, "O Último Homem na Terra", era a série nova que eu mais aguardava nesta temporada. A sinopse é bastante simples - um vírus matou toda a população mundial, com exceção de um homem - Phil Miller (Will Forte).

 

Sozinho no mundo, Phil decide embarcar numa viagem pelos Estados Unidos da América em busca de sobreviventes, sem qualquer sucesso, acabando por regressar a Tucson, Arizona, carregado de "pequenos" souvenirs da viagem.

 

2MV5BNjg2NjgwMzg0OV5BMl5BanBnXkFtZTgwODE0NzU2NDE@.

 

(Possíveis spoilers)

Convencido que é o único homem na Terra, depois de dois anos sem encontrar ninguém, e desesperado pela solidão em que se encontra, decide suicidar-se. Porém, nesse preciso instante, descobre que, afinal, estava enganado, e não é o único ser humano na Terra, apenas o único "homem".

 

3MV5BMTc0MDYwMDE2OV5BMl5BanBnXkFtZTgwMjM0NzU2NDE@.

 

No entanto, o sonho de encontrar alguém, principalmente uma mulher, não vai ser assim tão cor-de-rosa como tinha imaginado. É que pior do que estar sozinho no mundo, é estar sozinho no mundo com uma mulher com um feitio oposto ao seu. 

 

A série é extremamente divertida, e se Will Forte está muito bem no papel de último homem na Terra, Kristen Schaal está ainda melhor.

MV5BMTQ3NTEzODcyNl5BMl5BanBnXkFtZTgwNjY1NzU2NDE@._