Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Só entre nós

Só entre nós é um blog para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, aquilo de que gostamos ou não, sobre bons e maus momentos, restaurantes fantásticos, viagens fabulosas ou nem tanto... No fundo, sobre tudo.

Só entre nós

Só entre nós é um blog para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, aquilo de que gostamos ou não, sobre bons e maus momentos, restaurantes fantásticos, viagens fabulosas ou nem tanto... No fundo, sobre tudo.

Fiz um louvor a uma funcionária das Finanças

smi.jpg

 

Há uns dias fiz um um louvor a uma funcionária de um Serviço das Finanças de Lisboa e a funcionária ficou extremamente emocionada e agradecida. Segundo ela, em mais de 15 anos de serviço nunca tinha recebido um louvor por parte de um cliente. E porquê? Porque as Finanças são um bicho papão, os seus funcionários também, nunca nada corre bem e nunca ninguém sai satisfeito (segundo ela).

 

Mas a verdade é que já fui atendido por ela quatro vezes e foi sempre tão atenciosa, tão prestável e tão profissional, que era indecente não lhe fazer um louvor. E atenção, nem sempre saí de lá satisfeito com o resultado, porque não foi aceite o que pedi. Mas em termos de trabalho, a senhora foi impecável.

 

Houve logo quem me dissesse que isso não lhe vai trazer qualquer consequência positiva, mas para mim o mais importante é mostrar ao funcionário que estamos agradecidos pelo seu trabalho e, mais importante ainda, informar as entidades superiores disso mesmo.

 

E sabem que mais? Poucos dias depois tinha uma carta na minha caixa do correio da Autoridade Tributária a dizer que tinham recebido o meu louvor, que era muito importante que os contribuintes o fizessem, e que vão ter em consideração o exposto na avaliação da funcionária.

 

Conclusão? Se estão satisfeitos com o trabalho de alguém, deixem um elogio/louvor. Mesmo que não sirva para nada, serve pelo menos para o funcionário se sentir motivado para continuar a fazer um bom trabalho. Eu num mês fiz 4 elogios porque tive a sorte de encontrar bons funcionários. Se tiver a mesma sorte, não deixe de elogiar. Todos nós gostamos que digam que trabalhamos bem.

#5 Portugal será um país civilizado...

733666.jpg

 

... quando as Finanças souberem fazer contas (mais aqui).

Pagar o IVA a dobrar!

850_400_iva-recibos-verdes.jpg

 

Que raio de Autoridade Tributária e Aduaneira é esta, que agora decidiu começar a notificar os contribuintes a torto e a direito, informando que no decurso do tratamento e cruzamento da informação disponível nas suas bases de dados, verificou que o valor do IVA declarado, indicado na Declaração Periódica relativa ao período supra indicado, é inferior ao valor total do IVA liquidado nas faturas emitidas e comunicadas para o mesmo período?

 

Como é que é possível que uma instituição como esta decida notificar meio mundo acusando-o de que andou a pagar menos IVA do que o declarado, ameaçando com coimas e processos, sem fazer antes umas contas de somar simples, que qualquer criança sabe fazer?

 

Em que planeta é que alguém ia, deliberadamente, pagar menos IVA do que aquele que tinha declarado?

 

E porque é que são sempre aqueles que declaram tudo, e que pagam tudo, sempre dentro dos prazos, aqueles que são "investigados" e notificados?

 

Isto tudo para dizer que, no decurso do tratamento e cruzamento da informação disponível nas bases de dados dos contribuintes (que é o mesmo que dizer blá blá blá whiskas saquetas, porque não há tratamento de informação nenhuma, senão não notificavam), a Autoridade Tributária e Aduaneira anda a concluir que os contribuintes declararam, por exemplo, 1000 euros de IVA num mês e depois só pagaram 800 euros. E porquê?

 

Porque agora decidiram ignorar o campo "data de prestação de serviços" dos recibos verdes, e só olham para a data de emissão do recibo verde.

 

Ora se o contribuinte só deve passar o recibo verde depois de receber o dinheiro, e se ele só recebe o dinheiro do serviço que prestou em Novembro em Dezembro, como é que a Autoridade Tributária e Aduaneira pode entender que o IVA desse recibo diz respeito a Dezembro? Mais grave ainda, como é que a Autoridade Tributária e Aduaneira pode entender que o IVA desse recibo diz respeito a Dezembro, quando o contribuinte já o liquidou quando pagou o IVA de Novembro?

 

A sério Autoridade Tributária e Aduaneira? A sério que andam a ver se somos tolinhos e se pagamos o IVA a dobrar?

 

A sério que não fazem antes as contas?

 

A sério que não vão ver as datas das prestações de serviço?

 

A sério que só olham para a data de emissão dos recibos e ameaçam logo com coimas e processos?

 

E depois ainda escrevem "convidamo-lo a entregar a declaração de substituição, beneficiando da redução substancial da coima aplicável"? Qual declaração de substituição?

 

Incrível! É de tirar do sério qualquer um, principalmente aquele tolo, como eu, que declara sempre tudo e paga tudo. Só espero que agora a Autoridade Tributária e Aduaneira consiga compreender a justificação que já apresentei e dê por encerrado este triste processo. A minha justificação não é muito complexa, nem tem palavras "caras", mas depois de ver como eles se andam a comportar, já imagino tudo.

 

Triste Portugal este que tem instituições destas que deviam estar concentradas em apanhar os infratores, em vez de perder tempo com isto.