Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Pizzaria Casanova

4ebed803-5836-4c24-8455-f3c38cfb695e_LARGE.jpg

 

No Cais da Pedra, e junto ao restaurante do Chef Henrique Sá Pessoa - Cais da Pedra - fica uma das pizzarias mais concorridas de Lisboa - Casanova.

 

Escrevo concorrida porque ao fim-de-semana, minutos antes de abrir, já costuma haver uma fila de pessoas que espera ansiosamente pelo abrir das portas. Aliás, há uns dias, ouvi um homem a dizer que tinha chegado às 12:35 (cinco minutos depois da hora de abertura) e já não havia um único lugar disponível.

 

905b9605-c5a1-433a-8ee9-e9f55e0653b0_LARGE.jpg

 

Qual é então a solução? Olhar para o Casanova como se olha para um centro de saúde. Acampar à porta às 4 da manhã e tentar garantir uma mesa. Ou então ficar horas à espera de um lugar vazio.

 

Não sei quantas vezes é que já fomos ao Casanova (tanto almoçar como jantar, e tanto durante a semana como ao fim-de-semana) e de todas as vezes havia uma fila que se prolongava por todo o restaurante e rua, incluindo pais com crianças e mesmo bebés, que esperavam por longos minutos. Como gostamos de comer sempre cedo, nunca tivemos problemas em arranjar mesa.

 

838bb795-99e4-43b5-b7d9-bcc89bf9ddbb_LARGE.jpg

 

Mas deixando as filas de lado, a pizzaria Casanova é vista por muitos como a melhor pizzaria de Lisboa. E, apesar de não concordar com esse título, a verdade é que um dos melhores restaurantes para comer pizzas em Lisboa. Graças aos dois fornos a lenha e aos produtos autênticos que chegam diretamente de Nápoles. A juntar a isso, a vista para o rio Tejo é maravilhosa.

 

Para mim, o ponto negativo (para além da dificuldade em arranjar mesas), reside no facto das mesas serem comunitárias. Ou seja, são mesas corridas em mármore, ao estilo de cantina, onde temos de comer apertados e partilhar as nossas conversas com estranhos. Não gosto nada.

 

O que vale são as pizzas, que são verdadeiramente deliciosas. Tanto na massa como nos ingredientes e suas combinações.

4 comentários

Comentar post