Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Paris

01.JPG

 

Sous le ciel de Paris
S'envole une chanson
Elle est née d'aujourd'hui
Dans le coeur d'un garçon
Sous le ciel de Paris
Marchent les amoureux
Leur bonheur se construit
Sur une air fait pour eux
Sous le pont de Bercy
Un philosophe assis
Deux musiciens, quelques badauds
Puis des gens par milliers
 
Considerada, ano após ano, como uma das melhores cidades a visitar, fazendo parte, consecutivamente, dos tops 5 de quase todos os guias, Paris conquista qualquer visitante e é incontestável a sua beleza ou romantismo. 
 

02.JPG

 

Paris tem um charme único, que se sente imediatamente ao passear pelos Champs-Élysées, Quartier Latin, jardim das Tuileries ou Montmartre, subindo até à Basílica de Sacré Coeur, onde se consegue das melhores vistas, que nos deixa com vontade de querer prolongar as férias para poder “viver” mais a cidade. Tudo é apaixonante, desde a Torre Eiffel, e zona envolvente, à Igreja de Notre-Dame, zona moderna da La Défense, Sena e Palácio de Versailles, que merece a deslocação pela magnificência do palácio e imponência dos seus jardins.
 

03.JPG

 

Tudo é particularmente belo.
 
Sous le ciel de Paris
Jusqu'au soir vont chanter
L'hymne d'un peuple épris
De sa vieille Cité
Prés de Notre-Dame
Parfois couve un drame
Oui, mais à Paname
Tout peut s'arranger
Quelques rayons du ciel d'été
L'accordéon d'un marinier
L'espoir fleurit
Au ciel de Paris
 

04.JPG

 

Mas não são só os monumentos, mundialmente conhecidos, que atraem anualmente milhões de pessoas. É também a arquitetura uniforme, bela e bem conservada da cidade; o sentimento de romantismo que cada bairro reflete; a culinária que põe à prova a qualidade e técnica dos melhores Chefs; a luz e paisagens que, ainda hoje, inspiram os melhores artistas mundiais, e a língua aveludada que sabe tão bem ouvir.

 

05.JPG

 

Paris é daquelas poucas cidades de que já se gosta, mesmo antes de visitar, e isso não só é raro, como também é incrível. 
 
Sous le ciel de Paris
Coule un fleuve joyeux
Il endort dans la nuit
Les clochards et les gueux
Sous le ciel de Paris
Les oiseaux du Bon Dieu
Viennent du monde entier
Pour bavarder entre eux
Et le ciel de Paris
A son secret pour lui
Depuis vingt siècles il est épris
De notre île Saint-Louis
 

06.JPG

 

Apesar de todas as atracções de Paris serem fascinantes, não posso deixar de dar um destaque especial ao Museu do Louvre e ao Museu d’Orsay. Como grande apaixonado por museus, e já tendo tido a sorte de ter visitado largas dezenas, é engraçado como tanto o meu museu preferido, como aquele que eu considero mais bonito, estão localizados na mesma cidade. 
 

07.JPG

 

Sem querer desvalorizar tudo o resto, o Louvre chega a valer, só por si, uma viagem a Paris. As pernas doem de tanto andar, mas o fascínio leva-nos, de mapa na mão, a querer percorrer mais umas centenas de metros para visitar mais uma ala e respectivas vinte salas, repletas dos melhores e mais bonitos quadros, ou de esculturas que sobreviveram à passagem de séculos e guerras, e que hoje podem ser calmamente observadas. Ao sair do museu, é quase certo que vamos ter pena por não ter visto tudo, ou por não termos tido tempo suficiente para ver tudo com mais calma. Mas o coração cheio e a sensação de plenitude fazem-nos esquecer tudo o resto.
 
Quand elle lui sourit
Il met son habit bleu
Quand il pleut sur Paris
C'est qu'il est malheureux
Quand il est trop jaloux
De ses millions d'amants
Il fait gronder sur eux
Son tonnerre éclatant
Mais le ciel de Paris n'est pas longtemps cruel…
Pour se faire pardonner, il offre un arc-en-ciel…
 

08.JPG

 

O Museu d’Orsay exerce igualmente um grande fascínio sobre mim. Não só por causa da incrível e maior coleção do mundo de pinturas impressionistas (a minha expressão artística preferida), mas pelo próprio museu, instalado numa estação de comboios desativada. Tudo é lindo, desde a arquitetura exterior à estrutura do átrio principal e seu relógio. Tudo nos faz querer regressar. 
 
Tal como a cidade de Paris.
 
Partimos, com um desejo de regressar.

3 comentários

Comentar post