Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

O que fazer (e não fazer) num restaurante Michelin

l_13618_Ristorante.jpg

 Foto ROSALPINA

Post de Fine Dining Lovers

Tradução livre da minha autoria

Original aqui

 

A primeira vez que se visita um restaurante Michelin é sempre inesquecível. Porém, e por vezes, pode não ser só a comida, vinho ou atmosfera a ser inesquecível, mas sim os momentos embaraçosos que passou, ou aquilo que não deveria ter feito naquele momento, demonstrando a sua pouca familiaridade com restaurantes deste género. 

 

Para ajudá-lo a evitar esses momentos mais constrangedores, temos 10 sugestões para aproveitar ao máximo a sua primeira ida a um restaurante Michelin e ter a certeza que parecerá um profissional a ter uma excelente experiência.

 

l_2819_Del-Cambio.jpg

 

O que fazer:

 

1. Informe-se primeiro

Lá porque um restaurante tem uma ou mais estrelas Michelin, isso não quer dizer que vai gostar dele. Leia primeiro na internet sobre o restaurante que quer visitar, ou então faça perguntas. Num restaurante poderá encontrar uma cozinha mais "familiar" e noutro a experiência poderá ser mais "cerebral" e com menos substância.


Evite ir para um restaurante sem estar preparado, senão pode apanhar uma surpresa. Em vez disso, escolha um restaurante cuja visão e filosofia você queira mesmo experimentar.

 

2. Faça uma reserva

Nem todos os restaurantes têm listas de espera de vários meses, mas em alguns terá de planear a sua visita com antecedência. E alguns restaurantes pedem um cartão de crédito durante a reserva, por isso pense duas vezes antes de cancelar no último minuto.

 

3. Informe o restaurante antecipadamente sobre alguma restrição alimentar ou intolerância

Vegetariano, vegan, intolerante à lactose, gluten free... Não se esqueça de avisar sempre das suas restrições no momento da reserva, senão o restaurante poderá não ser capaz de cumprir com as suas necessidades.

 

4. Extras

Tenha atenção aos extras. Nalguns restaurantes Michelin há extras pagos à parte. Um copo de espumante oferecido quando o cliente se senta, a seleção de pães, um amuse bopuche antes da entrada, uma pré-sobremesa antes da verdadeira sobremesa, ou os petit fours com o café. E tenha em atenção que se pedir por um algum aperitivo à sua escolha, terá de o pagar.

 

5. Menu de degustação para todos

Os menus de degustação são por norma servidos a todas as pessoas da mesma mesa, ou seja, se uma pessoa quiser o menu de degustação, isso só será possível se as outras pessoas da mesma mesa também quiserem esse menu. 

 

l_1585_come-mangiare-le-lumache.jpg

 

O que não fazer:

 

1. A presença constante

O empregado vai andar à sua volta - atrás de si, à sua frente e ao seu lado. Ele vai perguntar se está tudo bem, encher o seu copo de água, acompanhá-lo à casa de banho e substituir o guardanapo antes do seu regresso. Também irá limpar as migalhas da toalha no fim da refeição. Se isto lhe parecer demasiada atenção, e achar que está mais confortável com um serviço menos atencioso, então é melhor escolher um ambiente mais informal.

 

2. Não tenha medo de fazer perguntas

Não evite fazer questões se tiver dúvidas. Não há razões para se sentir estúpido por fazer perguntas - pedir mais informações e mostrar interesse no menu. Se os pratos são vagamente explicados ou são usados termos evocativos ("essência", "vermelho profundo", "perfume de Primavera") sem uma menção aos ingredientes, tem mais do que direito de saber extatamente o que vai comer. O mesmo se aplica aos vinhos: nem todos nascemos sommeliers. 

 

3. Preço 

Não reserve sem ter uma ideia prévia dos preços. Os menus de degustação são sempre a melhor maneira de conhecer o trabalho do Chef e ter uma experiência mais completa no restaurante. Mas é também a forma de gastar mais dinheiro. Se não quiser gastar tanto, peça da ementa.

 

4. Não fique zangado se o Chef não estiver

Contrariamente ao que pode pensar, o Chef nem sempre está presente. Quanto maior a sua popularidade, maior a possibilidade de estar em eventos ou a tratar de outros projetos. A restante equipa é perfeitamente capaz de dar conta do recado. Mas se quiser conhecer mesmo o Chef, pergunte durante a reserva se ele vai estar no dia em que está a pensar ir.

 

5. Não termine dizendo "Ainda tenho fome"

A sério, evite dizer isso. Para além de que é impossível ficar com fome depois de um menu de degustação, isso mostrará que não passa de um amador com pouco conhecimento na experiência da alta cozinha.