Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Hotel Estherea (Amesterdão)

 

Adoro viajar. E adoro decoração de interiores. Talvez por isso, a escolha dos hotéis para as nossas viagens seja sempre um assunto muito sério. Não basta ser limpo, bem localizado e com pequeno-almoço incluído. Para mim, um bom hotel tem de ser bonito, charmoso, elegante... No fundo, aquilo que vulgarmente se designa "boutique hotel". As estrelas são um critério secundário. Claro que se o orçamento o permitir, prefiro os 5 estrelas que cumpram os restantes critérios. Para começar, escolhi um dos hotéis mais fascinantes em que já estive até hoje - o hotel Estherea em Amesterdão. Dou a mão à palmatória, porque esta escolha foi integralmente feita pelo meu maridinho, que acertou em cheio! É um 4 estrelas localizado bem no centro de Amesterdão, junto a um dos belos canais que serpenteiam a cidade, pertinho do mercado das flores (onde fui todos os dias!). 

 

 

Foi a nossa primeira viagem a Amesterdão e escolhemos o Inverno para essa primeira visita. Se bem me lembro, foi a primeira de muitas escapadelas de Inverno pela Europa que agora são praticamente obrigatórias! Sim, bem sei que para muitos parece estúpido viajar pela Europa quando faz frio, em vez de aproveitar essa época para ir apanhar sol nos trópicos... Mas há coisa mais romântica que, no fim de um dia gelado a passear de mãos dadas pelas ruas de uma bela cidade, entre visitas a museus e experiências gastronómicas várias, sentir o calor de um lobby de hotel cheio de charme?

 

 

O calor de um quarto aconchegante, com as paredes forradas de um papel luxuoso, uma casa-de-banho acolhedora e quentinha, cheia de produtos cheirosos à nossa espera? Para mim, não há praia paradisíaca que bata isto! Mas, enfim, são meras opiniões. E, posto isto, voltemos ao Estherea. Esqueçam o estereótipo de hotel a que estão habituados. Aqui não entramos num lobby moderno e avassalador, cheio de elevadores. Não, bem pelo contrário. Quando entramos, estamos em casa. E somos recebidos por um lindíssimo aquário encastrado, cheio de peixes exóticos que nadam alegremente aos olhos de todos.

 

 

E temos também uma magnífica lareira virtual que nos mostra belas chamas e nos deixa ouvir o crepitar do fogo, sem fumo e sem cheiro. Atrás de um pequeno balcão, sobre o qual repousam pequenos vasos repletos de maravilhosos e muito amarelinhos narcisos tête-à-tête, espera-nos a chave do quarto, que aqui é mesmo uma chave e não um cartão magnético. E depois temos aquele chocolatinho quente e aquelas bolachinhas caseiras que não consigo esquecer até hoje... Que conforto depois do frio lá de fora, podermos servir-nos à vontade sem qualquer custo adicional, e desfrutar de um delicioso lanchinho, muito bem sentados num confortável cadeirão numa das pequenas e acolhedoras salas do piso térreo. Inesquecível.

 

 

Depois de subirmos ao quarto, somos surpreendidos por uma área muito generosa, que além da cama de casal inclui ainda uma cama barco que faz a vez de sofá. As paredes estão totalmente forradas a papel de parede, em tons de azul e às flores, emprestando ainda mais charme a um quarto muito elegante e confortável. A casa-de-banho, de dimensões médias, tem aquele charme vintage que tem tudo a ver com o hotel e o quarto, nada a ver com o standard a que estamos acostumados. O descanso é garantido num espaço como este. E as memórias das férias são ainda melhores depois de ficarmos num sítio destes. Só entre nós, havemos de voltar...

{#emotions_dlg.kiss}

2 comentários

Comentar post