Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Só entre nós

Homem que parou o carro para ir à tasca


Eu já estou habituado a ver situações caricatas (e tristes) enquanto conduzo, mas existem algumas que merecem destaque pela tremenda lata dos outros.


Há uns tempos atrás, um carro que ia à minha frente parou repentinamente no meio da estrada, na faixa do meio. sem qualquer aviso prévio. Do lado esquerdo, havia a faixa no sentido contrário (e um traço contínuo que me impedia de ultrapassar pela esquerda), e à direita havia outra faixa, que ia para outro caminho que não me interessava. Conclusão? Tive de parar e esperar para ver o que ia acontecer.


Importa ainda esclarecer que, poucos metros à frente, havia um cruzamento, o semáforo estava verde, havia lugares de estacionamento do lado direito e, no mínimo, ele poderia ter encostado à direita, permitindo que os outros pudessem ultrapassar.


Mas não. O carro parou na faixa do meio, com o semáforo verde, e o condutor saiu, com toda a calma, abrindo a porta esquerda de trás. De lá, retirou umas muletas, sempre com calma, contornou o carro por trás e foi abrir a porta da direita, de onde saiu um velho, a quem o condutor entregou as muletas.


Como a estrada estava vazia (eram só uns cinco carros atrás dele, incluindo eu), e nem era hora das pessoas irem para o trabalho (8:30), o condutor decidiu ajudar o velho de muletas a passar a estrada até uma tasca do lado direito, onde o deixou ao pé de outros homens que cumpriam o dever de se embebedarem antes das 9 da manhã. 

 

Em seguida, regressou calmamente ao carro e, no momento em que fechou a porta, o semáforo ficou vermelho. E o que é que fez o homem?


Arrancou e passou o vermelho. Óbvio, não é?


Os outros que estavam atrás, onde eu me incluía, tiveram de ficar à espera pelo sinal verde, depois de já terem esperado enquanto observavam aquela estupidez.


É lógico que houve quem buzinasse, mas isso não adiantou de nada. Quando se tem assim tanta lata, não há nada que os afete.

 


Só entre nós, como eu gostava de ter um carro ao estilo Inspector Gadget e, dessa forma, esmurrar o carro e respetivo condutor...

{#emotions_dlg.blink}