Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Estrelas Michelin Portugal 2016 - previsões

18920557_1fwUz.jpeg

 

Pequena pausa na semana da Osteria Francescana para comentar um dos assuntos do dia.

 

Não passam de previsões, mas não queria deixar de tentar antever parte do que vai acontecer hoje à noite, aquando da divulgação do Guia Michelin Portugal e Espanha para 2016:

 

- Belcanto, de José Avillez - apesar de merecer a terceira estrela, por estar ao mesmo nível que outros restaurantes com três estrelas, apesar de Lisboa "merecer" um três estrelas, e de não faltarem rumores nesse sentido, acredito que ainda não será este o ano. É injusto, mas seria uma ascensão muito repentina. Seja como for, já temos reservas feitas para celebrar uma eventual terceira estrela, ou a manutenção da segunda. Críticas ao restaurante aqui.

 

- L'And, de Miguel Laffan - o restaurante é bonito e a comida é boa, mas fiquei um pouco desiludido da última vez. Para além de que o serviço deixa muito a desejar. Por isso, prevejo a queda da estrela. Críticas ao restaurante aqui.

 

- Esporão, de Pedro Pena Bastos - um restaurante de altíssimo nível, que ganhou ainda mais com a entrada de Pedro Pena Bastos. Uma estrela Michelin seria mais do que merecida, e creio que poderá ser este o ano, mantendo-se desta forma uma estrela no Alentejo. Críticas ao restaurante aqui.

 

- Ferrugem, de Renato e Dalila Cunha - não há nada que justifique que o Ferrugem não tenha uma estrela. Serviço impecável, boa comida com alta criatividade, espaço agradável e nem a localização pode ser um entrave (quantos não são os estrelados que estão em sítios "improváveis"). Crítica ao restaurante aqui.

 

- The Yeatman, de Ricardo Costa - a vista é maravilhosa, mas a comida ainda é melhor, pelo que deverá receber a sua segunda estrela. Crítica ao restaurante aqui.

 

Outras previsões: fala-se na queda da estrela do Largo do Paço (crítica ao restaurante aqui) e da Fortaleza do Guincho, na terceira estrela para o Vila Joya (crítica ao restaurante aqui) ou ainda nas estrelas para o Gusto, Vista e Casa de Chá da Boa Nova.

 

Teremos de aguardar por logo à noite, mas espero sinceramente que Portugal receba o protagonismo (no que respeita a estrelas Michelin) que merece.