Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Como chegar a Modena, Itália

DSC04998.jpg

 

Modena, terra de comida cozinhada sem pressas e de carros velozes (Pagani, Ferrari e Maserati), terra de Luciano Pavarotti e Enzo Ferrari, e terra de Massimo Bottura, um dos maiores génios atuais na arte da alta gastronomia, dono daquele que é considerado atualmente como o segundo melhor restaurante do mundo - Osteria Francescana.

 

Só entre nós, a viagem a Modena teve como principal (e quase único) objetivo ir à Osteria Francescana. Mas conhecer esta bela cidade italiana (haverá alguma feia) foi a cereja no topo do bolo.

 

DSC04997.jpg

 

A viagem de Milão (onde ficámos uns dias) a Modena faz-se tranquilamente em comboio através da Trenitalia. Os bilhetes podem ser comprados online (aqui), desde 15€ por pessoa por viagem. Há vários comboios ao longo do dia e a viagem dura pouco mais de duas horas. A propósito dos bilhetes, não se esqueçam de os levantar na bilheteira da estação (dá logo para levantar ida e volta) e de os validar na estação antes de entrar na carruagem.

 

Chegados a estação de Modena, existe logo um posto de turismo, onde são dados mapas gratuitos da cidade, e daí ao restaurante são aproximadamente 40 minutos a andar a pé até ao restaurante. 40 minutos esses que não custam nada a fazer graças à cidade plana e aos magníficos edifícios e casas coloridas que se vão vendo.

 

Se o objetivo é apenas o de ir almoçar à Osteria, como fizemos, indo e vindo de Milão no próprio dia, posso desde já dizer que não vos vai sobrar muito tempo para ver a cidade. Mas se for tudo bem planeado, dá para sair às 9 e pouco de Milão, ir a pé até à Osteria, regressar a pé à estação e chegar a Milão a tempo de jantar tranquilamente.

 

DSC05052.jpg

 

E, pelo meio, ainda dá para visitar a catedral de Modena, conhecer um pouco a cidade e comprar o mundialmente famoso (e delicioso) vinagre balsâmico. É que Modena não é só terra de grandes personalidades mundiais. É terra também de um dos ingredientes mais caros do mundo (por isso não se admirem quando virem grandes preços em garrafas minúsculas).

 

Semana da Osteria Francescana

- Introdução

1 comentário

Comentar post