Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

soentrenos

Caos nas urgências...

758193.jpg

 

O assunto é recorrente, mas agora tem sido um filão de ouro nas notícias em Portugal. Não há jornal ou telejornal que não dê destaque ao caos nas urgências, aos hospitais velhos e sem condições, e às dezenas de horas de espera para os laranjas (não estou a falar dos militantes do PSD).

 

Porém, e o mais curioso, é que praticamente não se fala no outro lado. Nos profissionais de saúde mal pagos (como praticamente todas as pessoas neste país), que têm de trabalhar nesses mesmos hospitais velhos e sem condições, sujeitando-se a atender dezenas de doentes sem sequer ter tempo para ir à casa-de-banho ou comer (e se forem, não se livram dos olhares maldosos dos doentes que estão à espera, porque só eles é que têm direito a comer, os outros não).

 

Então e os enfermeiros? E os auxiliares? E os médicos? E os outros todos que trabalham nos hospitais? Sem condições decentes para trabalhar, sem um ordenado justo ao fim do mês, principalmente face às horas de trabalho, exigência da profissão e inerente responsabilidade, e ainda mal-tratados porque são um dos principais responsáveis pelo caos nos hospitais?

 

É triste que, em qualquer caso, só seja visto um lado. Os doentes merecem ser tratados, e merecem ser tratados condignamente e o mais depressa possível. Mas os outros, os profissionais de saúde de quem nunca ninguém se lembra, a não ser para criticar porque fizeram assim, ou não fizeram assado, também merecem ser bem tratados e merecem melhores condições para poderem trabalhar.

 

É que a continuar a ser como tem sido, com horas extraordinárias cada vez menos recompensadas e folgas inexistentes, qualquer dia os médicos, enfermeiros e restantes profissionais de saúde, decidem ficar em casa de vez, e aí é que vamos ver o que é que é verdadeiramente um caos nas urgências.


Ah, e ir às urgências porque espirraram uma vez, porque andaram de transporte público e sentem a cara ligeiramente mais quente, ou porque estão com 37,005426 graus, não é o melhor para ajudar no caos das urgências.

 

4 comentários

Comentar post