Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Arola, Sintra

 

 

Com acesso direto e vista para o campo de golf do Penha Longa Resort, em Sintra, o restaurante Arola, do Chef Sergi Arola, discípulo de Ferran Adriá e de Pierre Gagnaire, e detentor de duas estrelas Michelin, correspondeu às expetativas criadas.

 


O restaurante é elegante e moderno, beneficia muito das amplas vistas para o campo de golf e o serviço é atencioso e educado.

 


Quanto à comida, e após a desilusão/surpresa por não constarem do menu todos os pratos sobre os quais tinhamos lido na internet (existe uma ementa para o almoço e outra para jantar), optei pelo menu de degustação, enquanto que a minha mulher escolheu uma entrada e um prato.

 

 

Antes do início do menu, foi-nos servido um couvert DIY (do it yourself, faça você mesmo), composto por pão torrado, alho, azeite e tomate. A ideia até é interessante, e adequa-se ao estilo do restaurante. Porém, não custava nada trazerem os alhos já sem casca.

 

 

Depois do pão devidamente "temperado" com o alho, azeite e tomate, deu-se início ao serviço, com os pratos do menu de degustação a chegarem a uma boa velocidade.

 

 

Apesar da minha mulher não ter escolhido o menu de degustação, o serviço foi impecável e, em vez de trazer logo o prato depois da entrada, deram tempo para que ela pudesse ir acompanhando o meu menu, provando o que quisesse, e só já no fim do menu é que trouxeram o seu prato. Ideia inteligente que, no nosso caso, resultou perfeitamente.

 

 

Batatas bravas servidas com alioli, molho de tomate e wasabi - Primeiro estranha-se e depois entranha-se. Muito interessante a recriação do Chef Arola.

 

 

Presa de porco ibérico com com parmesão e seu óleo, maçã verde e malagueta verde - Não apreciei muito a intensidade da maçã, mas no geral estava bom.

 

 

Tomates amadurecidos ao sol numa salada com muxama de atum e azeitonas kalamata - Deliciosos.

 

 

Caranguejo com tostas de pão de coca - Sabor fresco e irrepreensível.

 

 

Vieira marinada em citrinos, pimenta d'espelette e groselhas - Confecionada no ponto. Excelente combinação da vieira com os citrinos.

 

 

Gambas brancas "al ajillo", salteadas com alho, pimentão e Tio Pepe - Tão boas como o nome dá a entender.

 

 

Ovos Bénédict - O prato escolhido pela minha mulher. Estava bom, não posso dizer que não, mas, só entre nós, os que eu faço são melhores. O problema essencial estava no molho. Não é fácil de fazer, eu sei, mas tinham obrigação de o fazer melhor.

 

 

Por fim, a sobremesa do menu de degustação, Iogurte cremoso com coulis de frutos da época e gelado de côco - Muito bom e refrescante.

 

 

E a sobremesa escolhida pela minha mulher, Leite creme com uvas - Escolha inteligente e deliciosa das uvas no leite creme.

 

 

No geral, foi um menu muito bem servido e apresentado, com pratos de grande qualidade. Só entre nós, excelente opção para os próximos dias de sol.

{#emotions_dlg.blink}

2 comentários

Comentar post