Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Acabaram-se os lugares apertados nos aviões

  

Conforme noticiado aqui, um avião da United Airlines teve de aterrar antes de chegar ao destino para expulsar dois passageiros que estavam a discutir por causa da utilização do Knee defender - uma peça que visa impedir que o passageiro da frente incline o banco para trás.


Segundo consta, a passageira da frente, incomodada com o facto de não conseguir reclinar o banco, pediu ajuda à uma assistente de bordo que, por sua vez, pediu ao passageiro de trás para retirar o Knee defender. Perante a recusa do passageiro, a passageira da frente atirou-lhe um copo de água. A partir daí, a discussão só piorou, obrigando a companhia a aterrar antes de chegar ao destino.

 

O Knee defender está à venda por dezassete euros, não ocupa muito espaço e é facilmente colocado no assento, garantindo um voo confortável para, pelo menos, quem vai atrás daqueles que adoram reclinar as cadeiras.

 

 

Porém, a sua utilização tem vindo a ser proibida pelas maiores companhias aéreas americanas, bem como pela Qantas, apesar de, mesmo assim, haver cada vez mais passageiros que recorrem aos Knee defender.

 

Para mim, parece-me uma excelente invenção. Bem sei que se os bancos são rebatíveis, as pessoas têm direito a incliná-los, mas não gosto nada quando isso acontece e, por isso, nunca inclino o meu banco. Fico especialmente zangado quando os da frente decidem manter os bancos inclinados enquanto comem, não deixando qualquer espaço livre atrás.

 

Por isso, e só entre nós, se vir por aí um Knee defender à venda, é bem possível que o compre.

{#emotions_dlg.blink}

1 comentário

Comentar post