Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Só entre nós

Só entre nós é um blog só para nós. Para escrevermos sobre aquilo em que pensamos, sobre o que gostamos, ou não, sobre viagens fabulosas, restaurantes, pessoas que admiramos, ou que nos deixam os cabelos no ar, livros lidos e muito mais.

Os melhores pratos de 2014 - Sobremesas

Com 2014 a terminar, decidi reunir alguns dos melhores pratos que nos foram servidos ao longo deste ano. Depois das entradas e pratos principais, chega a hora das sobremesas:

 

17530344_Mg7Rm.jpeg

 

"Nuvem"

Restaurante "Roca Moo", Barcelona, 1 estrela Michelin, análise completa aqui e aqui.

 

IMG_3472.jpg

 

"Toranja, merengue de morango, campari, crumble e mousse de chocolate branco"

Restaurante "Roca Moo", Barcelona, 1 estrela Michelin, análise completa aqui e aqui.

 

IMG_5182.JPG

 

"Crema catalana gigante, com morangos e molho de manga, para dois e no meio"

Restaurante "Casa de Tapes, Cañota", Barcelona, análise completa aqui.

 

IMG_4687.JPG

 

"Globo lima-limão"

Restaurante "Mini Bar Teatro", Lisboa, análise completa aqui.

 

IMG_2435.JPG

 

"After Eight desconstruído"

Restaurante "Vila Joya", Albufeira, 2 estrelas Michelin, análise completa aqui.

Os melhores pratos de 2014 - Pratos principais

Com 2014 a terminar, decidi reunir alguns dos melhores pratos que nos foram servidos ao longo deste ano. Depois das entradas, os pratos principais:

17530338_zJDom.jpeg

 

"Cordeiro, rúcula e carbonara de trombetas da morte"

Restaurante "Roca Moo", Barcelona, 1 estrela Michelin, análise completa aqui e aqui.

 

IMG_2421.JPG

 

"Lavagante do Atlântico, couve-flor, caviar imperial e raviólis de aipo"

Restaurante "Vila Joya", Albufeira, 2 estrelas Michelin, análise completa aqui.

 

IMG_3469.jpg

 

"Pescada com puré de batata violeta, chips de batata violeta, pak choi e ar de citronela"

Restaurante "Roca Moo", Barcelona, 1 estrela Michelin, análise completa aqui e aqui.

 

IMG_4814.JPG

 

"Sortido de peixe do dia, selecionado ao momento pelo Chef, com risotto “nero”, salicórnia e molho de açafrão"

Restaurante "Eleven", Lisboa, 1 estrela Michelin, análise completa aqui.

 

IMG_4815.JPG

 

"Porco de raça Alentejana fumado “atrás do alho”

Restaurante "Eleven", Lisboa, 1 estrela Michelin, análise completa aqui.

 

IMG_3928.JPG

 

"Lavagante assado sem casca sobre azeite de ervas e emulsão de cebolinho, com um fino e crocante corneto de ervas por cima, recheado com um tártaro de lavagante"

Restaurante "Azurmendi", Larrabetzu, 3 estrelas Michelin, análise completa aqui, aqui e aqui.

Os melhores pratos de 2014 - Entradas

Com 2014 a terminar, decidi reunir alguns dos melhores pratos que nos foram servidos ao longo deste ano. Começo pelas entradas:

 

IMG_3456.JPG

 

"Camarões do rio num pequeno tronco"

Restaurante "Roca Moo", Barcelona, 1 estrela Michelin, análise completa aqui e aqui.

 

17608596_MwegW.jpeg

 

"Vieira e cogumelo silvestre da estação num “À Brás ” trufado com tosta fina de pão Alentejano"

Restaurante "L'and Vineyards", 1 estrela Michelin, análise completa aqui.

 

17530329_zClJ8.jpeg

 

"Espuma de bacalhau e sua pele frita"

Restaurante "Roca Moo", Barcelona, 1 estrela Michelin, análise completa aqui e aqui.

 

IMG_5178.jpg

 

"Caixa de fritos"

Restaurante "Casa de Tapes, Cañota", Barcelona, análise completa aqui.

 

17530330_0tZcq.jpeg

 

"Carpaccio de lavagante com avelãs e cítricos"

Restaurante "Roca Moo", Barcelona, 1 estrela Michelin, análise completa aqui e aqui.

  

IMG_5180.jpg

 

"Burguerbull" de Dani García (2 estrelas Michelin)

Restaurante "Casa de Tapes, Cañota", Barcelona, análise completa aqui. 

 

IMG_4676.JPG

 

"Cornetto" temaki de tártaro de atum com soja picante"

Restaurante "Mini Bar Teatro", Lisboa, análise completa aqui.

Feliz Natal

adoration-of-the-child-1520(2).jpg

 e 

The day before Christmas

the-day-before-christmas-1892(1).jpg

  e 

Papa Francisco, O Corajoso

papa-francisco-expulsa.jpg

 

Muitos poderão ser os cognomes a atribuir ao Papa Francisco, mas O Corajoso terá de ser, indiscutivelmente, um deles. Ontem voltou a demonstrar a sua personalidade e coragem, ao proferir um discurso duro, com palavras severas e surpreendentes, no discurso de Natal perante os cardeais, bispos e monsenhores que trabalham no Vaticano.

 

Do "Alzheimer espiritual" à "divinização dos chefes". O Papa Francisco identifica 15 "doenças" na Cúria Romana e falou sobre todas esta segunda-feira, num discurso perante os cardeais, bispos e monsenhores que trabalham no Vaticano.

A primeira doença é "sentir-se imortal no seu cargo". Como remédio, Francisco, que apresentou à Cúria cumprimentos de Natal, aconselha "uma visita ao cemitério para perceber como tudo passa e o nosso lugar não é eterno".

Francisco criticou o "activismo dos que nunca param"; a rigidez mental dos que, "em vez de homens de Deus, se transformam em máquinas burocráticas"; e os que planificam tudo "como os contabilistas, sem contar com as surpresas do Espírito Santo".

O rol das doenças da Cúria prossegue: há os que sofrem de "Alzheimer espiritual" e esquecem o essencial; os que "rivalizam em vaidade e vã glória"; os "esquizofrénicos com dupla vida e sem contacto com a realidade"; e os que dizem mal, "sem coragem de o fazer olhos nos olhos, como fazem os velhacos", autênticos "terroristas da maledicência".

A lista é grande e Francisco não esquece também a "doença da divinização dos chefes". "Dar graxa" é um mal das pessoas mesquinhas que "só querem obter reconhecimento, em vez de dar".

Francisco também denuncia os que "fazem tudo para aparecer nas primeiras páginas dos jornais" – exibicionismos que, diz, só prejudicam a Igreja.

Para tudo isto há um remédio, disse Francisco: conversão permanente e deixar que o Espírito Santo santifique o corpo da Igreja.

 

Depois dos cardeais e bispos, foi a vez dos jardineiros, empregados de limpeza, porteiros, escriturários e tantos outros trabalhadores que garantem o dia-a-dia do Vaticano.  Também para eles, Francisco escolheu palavras exigentes, no discurso que lhes dirigiu esta segunda-feira.

"Cuidem da maneira como falam, purifiquem a língua de palavras ofensivas, da vulgaridade e frases mundanas"; "perdoem às pessoas que vos ofenderam"; "não tenham inveja, concupiscência, ódio ou sentimentos negativos que devoram a paz interior"; afastem todo o "rancor que leva à vingança, a preguiça que leva à eutanásia existencial, não apontem o dedo porque isso leva à soberba, nem se lamentem, porque leva ao desespero".

"Falar mal dos outros pode ser uma defesa", diz Francisco, mas esse caminho "nunca acaba bem".

Por isso, o melhor mesmo, aconselha, é "morder a língua a tempo para não dizer palavras injuriosas que deixam um amargo de boca".

Entre vários outros conselhos, o Papa pede aos funcionários do Vaticano que o Natal "não seja uma festa do consumismo comercial, da aparência, dos presentes inúteis, nem de desperdícios supérfluos".

 

Depois de João Paulo II, pensei nunca mais gostar tanto de um Papa. Afinal, estava redondamente enganado.

 

 

Uma casa incrível, na Ilha do Fogo, Canadá

Squish-Studio-17.jpg

 

Tem menos de 30m2, chama-se Squish Studio e fica localizada na Ilha do Fogo, no Canadá. Com o propósito de servir de retiro de trabalho para artistas, a sua vista dificilmente poderia ser mais inspiradora.

Squish-Studio-03.jpg

Squish-Studio-11.jpg

Squish-Studio-04.jpg

 

 

Manual para os homens durante a gravidez - Capítulo I

explosive-mood-swings-pregnancy-ecards-someecards.

 

O humor

 

Um dos sintomas típicos da gravidez são as mudanças de humor da mulher. Felizmente (e apenas neste caso), o homem já está mais do que habituado a esta montanha russa de emoções, por isso, o comportamento masculino deverá ser igual ao tido antes da gravidez:

 

1- rezar todos os dias;

2- dizer que sim a tudo;

3- dizer que sim a tudo, mas sem parecer que se está a dizer que sim a tudo;

4- dizer que sim a tudo, mas sem parecer que se está a dizer que sim a tudo e sem hesitar muito. Quanto menos falar ou hesitar, melhor;

5- rezar todos os dias;

6- nunca, mas mesmo nunca, resmungar ou virar os olhos, mesmo que esteja noutra divisão ou andar de casa. As grávidas têm o dom da omnipresença e omnisciência;

7- tentar surpreender a mulher grávida com coisas de que ela goste, mas preparado para ouvir "quando é que eu te disse que gostava disso?";

8- rezar todos os dias.

 

No fundo, e no essencial, o mais importante é tentar passar por estas mudanças de humor de forma low profile, sem parecer low profile. Concordar sempre, sem dar a entender que se concorda sempre. Sorrir, mas sem sorrir muito. Mostrar que se compreende o que as mulheres estão a passar, sem compreender demais, porque somos homens e os homens não sofrem nada com a gravidez.

 

Desta forma, poderá ser possível passar pelo meio das gotas sem apanhar uma molha, durante um dia ou dois.

 

Manual para os homens durante a gravidez - Introdução

Dizem que está muito frio...

BXK17337_frio-em-curitiba800.jpg

  

Mas, na realidade, até considero que está uma temperatura agradável...

 

Ter estado esta semana, novamente, em países com temperaturas negativas, relembrou-me como Portugal é um país com um clima temperado. E nem estou a comparar o frio nacional dos últimos dias com os 25 graus negativos que apanhei perto de Davos, na Suíça, ou os, muito mais difíceis de suportar, 10 graus negativos em Nova Iorque.

 

Resumindo, está um pouco mais frio do que é normal, mas é muito relativo dizer que está muito frio.

O melhor gelado do mundo...

DSC01057.JPG

 

Pelo menos para mim, o melhor gelado do mundo está em Capri! Sim, infelizmente não me contento com os gelados do Santini... O que eu mais gostei está bem longe, no meio do Mediterrâneo. E o que tem este gelado de tão especial? Bom, é caseiro e italiano, o que só por si já diz muito, e é super cremoso e com sabores que vão da baunilha à avelã passando pelo chocolate. O sabor, dizem eles, é o sabor de Capri. Mas, o que mais me encantou foi que o cone de bolacha é feito na hora, ali mesmo à nossa frente! E depois o gelado derrete ainda mais depressa naquele cone morninho e crocante... Simplesmente divinal!

 

DSC01052.JPG

  

Pág. 1/5